Home arrow Cordel Infantil arrow Ao Anjinho Gabriel

Ao Anjinho Gabriel

PDF Imprimir E-mail

 

Essa poesia de cordel feita pelo cordelista Tárcio Costa é em comemoração aos quatro aninhos do menino Gabriel, filho de Ana Isabel e Ronald Ribeiro seus novos amigos do Rio de Janeiro e grandes apreciadores da boa e velha literatura de cordel.

 

 

No ano de dois mil e quatro

Data de sete de julho

Em Recife Pernambuco

Motivo de muito orgulho

Vem ao mundo Gabriel

Pra fazer muito barulho

 

Com beleza de um anjo

Que despencou lá do céu

Filho de Ronald França

E da mamãe Isabel

O guri de vento em popa

Vai cumprindo seu papel

 

Sua presença fascina

Olhos refletem pureza

Como um índio curumim

É amante da natureza

Seja na terra ou no mar

Gabriel mostra destreza

 

Quando a coisa é teatro

E cultura popular

Sua boca enche de riso

Não consegue nem piscar

Joga ainda capoeira

E não cansa de nadar

 

Sua luz que vem da alma

Enche a todos de esperança

Feito assim um Peter Pan

Com força ao amor se lança

Na sua Terra do Nunca

Todos voltam a ser criança

 

Nessa data natalícia

Na terra do redentor

Os Ribeiros e da Silva

Louvam por ti muito amor

Seja o doce Gabriel

Feliz como um beija flor

 

 
< Anterior   Próximo >

Powered by NIBA