Home arrow Poesia de Cordel arrow Os Sertões

Os Sertões

PDF Imprimir E-mail

Foi no sertão quem diria

De carência e sofrimento

Que o povo buscando alento

Aos bandos se dirigia

Pro interior da Bahia

Território brasileiro

Onde Antônio Conselheiro

Homem santo era um escudo

E no arraial de Canudos

Protegia seus herdeiros

 

Mas os feitos do beato

Despertaram desavenças

E o governo vê na cresça

Desrespeito e desacato

Resultando desse ato

Uma guerra indecente

E a tragédia decorrente

Das quatro expedições

Nas páginas de “Os Sertões”

A história se faz presente

 

(Tarcio Costa 10/07/2015)

 
< Anterior   Próximo >

Powered by NIBA