Home arrow Poesia de Cordel arrow Alma Lavada

Alma Lavada

PDF Imprimir E-mail

Mais vale os tombos de agora

Que o equilíbrio futuro

Mais vale a queda de braço

Que a paz em cima do muro

Caso a dor me cause espanto

Caio e logo me levanto

De alma lavada e mais puro

 

 

 
< Anterior   Próximo >

Powered by NIBA