Home arrow Poesia de Cordel arrow vivendo e aprendendo

vivendo e aprendendo

PDF Imprimir E-mail

Se a tristeza se revela

A cabeça vai à lona

Mais perdida que azeitona

Na mordida do banguela

Mas meu povo a vida é bela

E por mais que seja dura

Vale a pena essa aventura

Onde às vezes tanta dor

É só o jeito do criador

Ensinar a criatura

 

( Literatura de cordel é vida e mesmo sabendo que as coisas nem sempre saem do jeito que a gente espera cabe ao cordelista, poeta de cordel, colocar no seu livreto um pouco de esperança!) Viva a poesia de cordel 

 

 

 
Próximo >

Powered by NIBA